Missão:

A missão da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais é “integrar a gestão coletiva da segurança pública e justiça criminal, por meio da realização eficiente da investigação criminal científica, redutora do fenômeno da violência”. Para cumprimento desta missão o policial civil não pode prover-se de conhecimentos comuns. Ele deve possuir especialização técnica operacional que o diferencia em um grupo de pessoas. Desvendar o enigmático jogo proposto pelas mais diversificadas atividades criminosas exige do servidor policial que este seja mais perspicaz que aquele que busca a impunidade por meios diversos. Nesse sentido, a missão da Academia de Polícia Civil consiste em oferecer o conhecimento e a prática que permite que este indivíduo comum se torne apto para tais atividades técnicas. Portanto, a missão da Academia de Polícia Civil é:

Capacitar os servidores da polícia civil para realizar a investigação criminal de forma eficaz impactando na redução da criminalidade e prestar serviços de qualidade nas áreas de polícia judiciária, identificação civil e criminal, trânsito, habilitação e promoção da pacificação social.

 
Visão:

Ser reconhecida pela excelência na formação dos servidores para o exercício das funções de polícia judiciária, bem como os serviços de identificação civil e criminal, trânsito e habilitação.


Valores Institucionais:

A Academia de Polícia Civil possui valores alinhados aos da Instituição que lhe confere identidade e personalidade. São valores da Academia de Polícia Civil:

- Compromisso com o interesse público;

- Promoção de Direitos Humanos;

- Identificação dos cidadãos como sujeitos de direitos;

- Unidade institucional;

- Ética nas relações internas e externas;

- Valorização e qualificação profissional;

- Eficiência, qualidade, imparcialidade, transparência e efetividade dos serviços;

- Disciplina como princípio e sustentáculo do autocontrole profissional;

- Hierarquia como instrumento de gestão e controle disciplinar.


Finaldade:

Conforme artigo 36 da Lei Complementar 129, de 08 de novembro de 2013, a Academia de Polícia Civil tem por finalidade o desenvolvimento profissional e técnico científico dos servidores da Polícia Civil competindo-lhe:

I - realizar o recrutamento, a seleção, a formação técnico profissional e o aperfeiçoamento dos servidores da PCMG;

II - planejar e realizar treinamento, aperfeiçoamento e especialização para servidores da PCMG;

III - realizar o acompanhamento educacional e assegurar o aprimoramento continuado de servidores da PCMG, aperfeiçoar a doutrina, a normalização e os protocolos de atuação profissional;

IV - executar pesquisas técnico-científicas sobre métodos de investigação criminal para fundamentar a edição de normas;

V - produzir e difundir conhecimentos acadêmicos de interesse policial e desenvolver a uniformidade de procedimentos didáticos e pedagógicos;

VI - selecionar, credenciar e manter o quadro docente preparado e capacitado, interna e externamente às carreiras da PCMG, visando atender às especificidades das disciplinas das diversas áreas do conhecimento, relacionadas às funções de competência da PCMG;

VII - admitir certificações de cursos e de titulações acadêmicas obtidas por servidor da PCMG em instituições de ensino e pesquisa, para incorporação no seu histórico funcional, atendidos os requisitos legais;

VIII - promover o aprimoramento de técnicas policiais e oferecer suporte às atividades de ensino, de pesquisa e de operação, simuladas e reais, para a padronização de normas e de procedimentos de investigação criminal, de atividade notarial, de manejo e de emprego de armas de fogo, explosivos e técnicas de defesa pessoal;

IX - propor e viabilizar, junto aos órgãos estaduais e federais, o reconhecimento dos cursos que realiza;

X - difundir estratégias de polícia comunitária;

XI - colaborar em políticas psicopedagógicas destinadas à preparação do policial civil para a aposentadoria;

XII - manter intercâmbio com outras instituições de ensino e pesquisa, nacionais e estrangeiras;

XIII - conceder aos servidores da PCMG diplomas e certificados relativos às atividades acadêmicas de sua competência;

XIV - organizar e manter biblioteca especializada em matéria de interesse dos serviços policiais civis;


Princípios:

Constituem-se princípios pedagógicos integrados para a construção dos currículos:

- Compreensão da ética no desempenho do profissional policial;

- Compreensão do ser humano numa abordagem individual e coletiva, revelando suas especificidades e potencialidades e seu protagonismo na transformação da realidade;

- Compreensão da educação em Direitos Humanos como instrumento para o exercício da cidadania;

- Contextualização dos saberes acadêmicos na articulação entre os saberes científicos e os saberes cotidianos;

- Abordagem interdisciplinar que considera a prática profissional como eixo integrador da relação entre conhecimentos gerais e específicos;

- Integração entre ensino, pesquisa e extensão, tendo como eixos integradores o trabalho, a ciência, a cultura e o meio ambiente, na perspectiva social e de segurança pública.



 


 

Rua Oscar Negrão de Lima, 200 - Nova Gameleira
Belo Horizonte - Minas Gerais
CEP: 30510-210